22/09/2009

“O churrasco e os gaúchos” (atualizado)

Causou indignação o texto “O churrasco e os gaúchos”, publicado pela ZH na última sexta-feira. O fato é que o autor do texto tem muita razão ao fazer as afirmações que faz. Realmente, as churrascarias nos estados de São Paulo e Rio de Janeiro costumam ser melhores que as do Rio Grande do Sul. Alguns dizem que são gaúchos os responsáveis por essas churrascarias fora do estado, inclusive utilizam nomes que remetem ao RS, como o próprio autor apontou.

Na realidade, os gaúchos se orgulham de muitas coisas sem o menor cabimento. Eu já disse e repito: só acredita que a Polar é a melhor cerveja do Brasil quem está bebendo pouco.

Mas não fujamos do churrasco: já cansei de pedir carne ao ponto e sempre recebo carne mal passada. Isso não ocorre em São Paulo e Rio de Janeiro, pelo menos não nas boas churrascarias. Na Schneider, na Braseiro ou em qualquer outra boa churrascaria de Porto Alegre, ou o garçom não entendeu meu pedido, ou o churrasqueiro é muito ruim, mesmo. Vai saber…

Agora, não entendi por que tamanha irritação do autor do texto, morador de São Borja. Não parece ser um problema só com o churrasco… Enfim.

Atualização: 23 de setembro de 2009, às 12:05

Aproveitando o ensejo, saiu uma entrevista na ZH com o cartunista Allan Sieber, que é gaúcho, mora no Rio há 10 anos e não poupa ninguém. Recomendo. Ah, sim, aqui e aqui.

Um comentário em ““O churrasco e os gaúchos” (atualizado)”

  1. Tatiana Tavares escreveu:

    O bairrismo dos gaúchos (ok, nosso bairrismo) realmente irrita. E, sim, a Polar é muito ruim, sem falar na ressaca que ela provoca no dia seguinte. Poderíamos dizer, por exemplo, que o nosso pôr-do-sol também não é grande coisa e por aí vai.
    Mas acho que o autor do texto, ao escrevê-lo, estava revoltado com o RS mais amplamente, e não apenas com o churrasco e a arrogância do gaúcho em relação a sua comida típica. Tenho a impressão de que este cidadão mora aqui sem querer morar – mas este é um problema dele.
    Vai ver ele não tem TV a cabo em casa, não gosta da nova novela das oito (a Taís Araújo tá complicada de se suportar, eu concordo), nem costuma ir ao cinema. Por isso, tem tempo para amenidades raivosas.


Deixe um comentário

Comentário: