03/10/2006

[ maria bacana ]


Gostar de uma banda pouco conhecida é um problema gravíssimo. Aliás, gostar de um autor pouco conhecido também é, mas por mais desconhecido que seja esse autor ainda é mais fácil encontrar informações sobre ele e sua obra do que encontrar informações sobre uma banda pouco conhecida. Pelo menos é a minha sensação.

Eis que, navegando um pouquinho pela rede, acabo de encontrar o site da Maria Bacana, uma banda baiana que surgiu na segunda metade da década de 90. Eles fizeram um relativo sucesso na época, com clipe na MTV e cd lançado pelo selo RockIt!, do Dado Villa-Lobos. Fizeram alguns shows importantes, mas pouco tempo depois estavam desaparecidos. Pelo menos pra mim, que moro aqui na distante província de Porto Alegre, capital do ainda mais distante estado do Rio Grande do Sul.

O que importa é que a Maria Bacana andou separada por algum tempo e agora esses baianos estão retomando as atividades. Pra quem não conhece os caras, dá pra baixar muitas músicas no site deles, tudo de graça, inclusive o cd lançado pelo RockIt!, além de clipes e outras coisinhas legais.

A Maria Bacana faz um rock pesado mas com uma melodia suave, se é que isso é possível. Eu nunca vi uma banda com tanto peso e harmonia ao mesmo tempo. Normalmente as bandas de rock pesado não conseguem ser melódicas sem fazer aqueles vocais agudíssimos, tipo Angra, que eu acho uma droga. Mas felizmente existe a Maria Bacana e ela está de volta.

E agora vamos combinar o seguinte: todo mundo baixa o som deles, assiste aos seus clipes e começa a divulgar a banda, porque eles não podem mais retornar ao ostracismo. Mais do que isso: pelo que entendi, eles estão precisando de uma gravadora e de alguém que invista no seu potencial. Certamente essa pessoa vai ter lucro… Assim, quando eles vierem para Porto Alegre, estarei na primeira fila.

Deixe um comentário

Comentário: