28/05/2008

lula vai me assaltar de novo…

Essa semana fui assaltado. Nada grave, o cara estava nervoso, com pressa e só queria dinheiro. Dei o que tinha no bolso, R$ 10,00. Na carteira tinha mais alguma coisa, mas tive a sorte de não ser pressionado a tirá-la da pasta.

Mas o pior é não ser assaltado concretamente, fisicamente. Enquanto o PT era oposição, defendia o fim da CPMF. Graças à atual oposição (que era governo antes), ela acabou. Mas agora o Lula diz que precisa de mais dinheiro, que o dinheiro arrecadado com impostos no Brasil não é suficiente pra melhorar a saúde, e que por isso precisa de um imposto novo.

O pior desse assalto é que a maior parte do povo não sabe exatamente quanto está sendo roubado. Nos EUA, todos os produtos têm o seu valor apresentado na etiqueta, acompanhado do imposto e do valor final, ou seja, a soma dos dois. Só pra dar uma idéia, dos cerca de R$ 2,50 cobrados por litro de gasolina aqui no Brasil, por volta de R$ 1,20 é imposto. Eu gastaria em torno de R$ 65,00 pra encher o tanque do meu carro, ao invés de R$ 120,00… Mas isso não está na vitrine dos postos de gasolina. E agora, o assalto voltará a acontecer diretamente na minha conta bancária.

Pode ser muito ofensivo chamar o presidente da república de ladrão ou assaltante. Talvez eu até pudesse ser preso por isso. Mas eu retiro prontamente esse post do ar se esse novo imposto, que certamente será aprovado, realmente solucionar os problemas da saúde pública no Brasil. Duvido que isso aconteça. Eu já disse que se a antiga CPMF tivesse sido destinada para a saúde, como era a intenção inicial lá no governo FHC, ninguém precisaria de plano de saúde privado. Acho que, no fundo, o Lula está precisando nos roubar novamente pra pagar as suas dívidas com seus amigos mensaleiros que se sentiram injustiçados pela imagem negativa criada pela imprensa.

Mas a pergunta que não quer calar é: se o Lula já disse que a saúde no Brasil funciona, por que então ele tem um plano de saúde privado?

Deixe um comentário

Comentário: